A revolução contra a democracia liberal – Luiz Marques

Depois das mobilizações de 2 de outubro, capilarizadas por cidades no país e no exterior, as avaliações sobre os acontecimentos convergiram. Ao reunir partidos políticos, movimentos sociais, centrais sindicais e agrupamentos opositores ao desgoverno liderado por Jair Bolsonaro, os atos promovidos condensaram a insatisfação orgânica da sociedade, frente a crise pandêmica e econômica. Contudo, pontuações… Leia mais A revolução contra a democracia liberal – Luiz Marques

Democracia Participativa: a governabilidade democrático-popular – Luiz Marques 

Luiz Marques  No Brasil, bairrismo à parte, as experiências emblemáticas de democracia participativa ocorreram em governos liderados pelo Partido dos Trabalhadores (PT), no Rio Grande do Sul. Na capital gaúcha, por 16 anos consecutivos, sob auspícios de Olívio Dutra (1989-1992), Tarso Genro (1993-1996 e 2001- abril 2004), Raul Pont (1997-2000), João Verle (maio 2004). No… Leia mais Democracia Participativa: a governabilidade democrático-popular – Luiz Marques 

A Terra é redonda

08/09/2021 Luiz Marques* Nesse país, o tempo político passa rápido. Ainda ontem, a Rede Globo e o Judiciário erigiam o heroísmo da Lava Jato (operação de lesa-pátria mancomunada com interesses dos Estados Unidos) por fazer o serviço sujo de criminalização do PT, com convicções e nenhuma prova contra a organização político-partidária como tal. Idem, no… Leia mais A Terra é redonda

A democracia digital e a apropriação da data da Independência

Por José Eduardo Faria, professor da Faculdade de Direito da USP Ao criticar a decisão do Supremo Tribunal Federal de impedir que recursos públicos sejam usados para financiar sitesbolsonaristas, alegando que com essa medida a corte desrespeitou a liberdade de expressão assegurada pela Constituição, e ao apoiar a apropriação com fins políticos do feriado da… Leia mais A democracia digital e a apropriação da data da Independência

Genealogia do fascismo no Brasil

O que hoje convencionamos chamar de fascismo à brasileira tem profundas raízes históricas: escravagismo, apagamento dos povos originários, autoritarismo, fundamentalismo religioso… 28/08/2021 – Alberto Cantalice Herdeiros do escravagismo, da tentativa permanente do apagamento dos povos originários, do mandonismo, do autoritarismo, do fundamentalismo religioso de cuja matriz surgiram as insígnias que os mantêm: Deus, pátria e… Leia mais Genealogia do fascismo no Brasil

MP 1.045: Falsas ideias e retrocesso civilizatório

por MAGDA BIAVASCHI LUCIANA LUCENA BARRETO ANA PAULA MARTINS …] Os economistas clássicos mantém ainda, contra a evidência dos fatos, no interesse do capitalismo moderno, a crença nas virtudes da liberdade de trabalho, não admitindo regras, nem normas legais, que fixem as bases do contrato entre o empregador e o empregado […] O homem é… Leia mais MP 1.045: Falsas ideias e retrocesso civilizatório

1961. A experiência da ‘Legalidade’ e a resistência civil. Entrevista especial com Diego Martins

Historiador analisa a resistência concebida por Brizola que, sem uma perspectiva messiânica, é capaz de atrasar o avanço totalitário, mas que, atualmente, volta a ameaçar a democracia brasileira Há quem ainda discuta se a História é realmente capaz de se repetir como tragédia ou farsa, mas o que parece mais pacífico é que se não acertamos as… Leia mais 1961. A experiência da ‘Legalidade’ e a resistência civil. Entrevista especial com Diego Martins