Grupo de advogados gaúchos se posiciona contra impeachment de Dilma

Um grupo de advogados e advogadas do Rio Grande do Sul reuniu-se hoje (21) para organizar estratégias de atuação para denunciar ilegalidades nos processos de impeachment da presidenta Dilma Rousseff e de investigação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

adv_contra_golpe
Convite de Advogados e Advogadas Pela Legalidade

 

O encontro ocorreu no começo da noite na Assembleia Legislativa do estado. O grupo se encontra há cerca de 15 dias e se intitula Advogados e Advogadas pela Legalidade.

O grupo já realizou duas reuniões nas quais se fizeram presentes dezenas de advogados e advogados de distintas cidades do Rio Grande do Sul.

Recentemente o grupo realizou a entrega a OAB gaúcha de um manifesto com cerca de 700 assinaturas no qual se manifestava em favor da legalidade democrática, contra o golpe e, no qual criticava às opiniões do presidente da OAB Nacional, Claudio Lamachia.

Confira o Manifesto entregue à OAB/RS:

https://cronicasdosul.com/2016/03/18/avdvogados-e-advogadas-gaucho-contra-o-golpe/

Os Golpes no século XXI

Os juristas que se manifestaram durante a reunião mostraram-se indignados com a decisão da OAB federal de apoiar o impeachment de Dilma. Segundo eles, a diretoria “usurpou a legitimidade da Ordem, que não lhes pertence, para apoiar um golpe”.

“No século 20, os golpes vinham com tanques de guerra. No século 21, os golpes vêm de toga”, disse um dos coordenadores do grupo, o advogado Antonio Escosteguy Castro. Ele citou a queda de Manuel Zelaya, em Honduras, e o impeachment de Fernando Lugo, no Paraguai, como exemplos de destituições com legitimação jurídica — mas que, segundo o advogado, ferem a democracia. “É tarefa dos advogados democratas enfrentarem essa disputa para não permitir que esses golpes não se legitimem aqui no Brasil”.

Próximos Passos

Os próximos passos do grupo de advogados e advogadas incluem avaliar a adesão da categoria à causa em nível estadual e promover eventos com juristas e intelectuais para esclarecer a população. As ações também devem se estender para as redes sociais.

A próxima reunião de Advogados e Advogadas Pela Legalidade ocorrerá no dia 28/03 (Segunda-feira), às 18.30 horas, na Sala Adão Preto, terreo, Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul.

Fonte: EBC