Fundação Perseu Abramo lança coleção de livros sobre a América Latina

A Fundação Perseu Abramo (FPA) realiza no dia 29 de julho, das 19h às 22h, em sua sede, em São Paulo, o ato de lançamento da coleção Nossa América Nuestra. O evento é aberto ao público e terá transmissão ao vivo pela tevêFPA, no portal da fundação.

O lançamento diz respeito aos primeiros quatro volumes da coleção: Bolívia, escrito por Igor Fuser, professor da Universidade Federal do ABC (UFABC); Chile, escrito por José Renato Vieira Martins, professor da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA); Cuba, escrito por Wladimir Pomar, jornalista e escritor; e Uruguai, escrito por Maria Silvia Portella de Castro, socióloga e assessora nas áreas de relações trabalhistas e relações internacionais.

Além dos autores do livro, estarão presentes no ato Iole Ilíada, vice-presidenta da FPA e responsável pelo Grupo de Estudos e Pesquisas (GEP) As esquerdas e o chamado progressismo na América Latina e Caribe; Valter Pomar, coordenador do GEP; e Gustavo Codas, coordenador da coleção Nossa América Nuestra.

Até o fim de 2016, serão lançados mais três volumes. Está previsto também o lançamento de outros três volumes no primeiro semestre de 2017. As análises serão sobre Argentina, El Salvador, Equador, Nicarágua, Paraguai e Venezuela.

Serviço
Lançamento da coleção Nossa América Nuestra
Data e horário:29 de julho, das 19h às 22h
Local: auditório da Fundação Perseu Abramo – Rua Francisco Cruz, 234, Vila Mariana, São Paulo-SP
Evento aberto ao público, com transmissão ao vivo pela tevêFPA

Confira abaixo o texto de apresentação da coleção:

A América Latina viveu, no último período, o que se poderia chamar de um “ciclo progressista”, durante o qual a região conquistou avanços importantes. A maioria dos países tirou importantes contingentes da população da miséria, que alcançaram novos e mais altos níveis de renda e condições de vida. Em muitos casos, fortaleceu-se o mercado formal de trabalho e ampliaram-se os níveis salariais, com consequente melhoria na distribuição da renda. Novos programas econômicos, sociais, ambientais e culturais introduziram a região em um ciclo diferente de desenvolvimento, visando a superação do período neoliberal. A região deixou de ser o “pátio traseiro” dos Estados Unidos e obteve vários avanços no que se refere à integração regional. Em alguns desses países, houve avanços substantivos no reconhecimento de direitos de populações antes marginalizadas, como no caso dos indígenas. Também assistiu-se a importantes processos constituintes, que visaram consolidar os processos democráticos estabelecidos.

Mais recentemente, entretanto, temos assistido a uma verdadeira contra-ofensiva das direitas na região, o que tem levado muitos a debater a tese do “esgotamento” deste ciclo. Esta tese, no entanto, ganha significados distintos, quer se trate da análise das elites econômicas e políticas que visam retomar estes governos, quer seja feita pelos setores de esquerda, que ao observar os limites e equívocos desse processo o fazem na perspectiva de superá-lo e seguir avançando em seu projeto.

Visando contribuir com esse debate, a Fundação Perseu Abramo (FPA) lança a presente coleção, batizada de Nossa América Nuestra. Cada livro que a compõe, ao tratar de um país específico envolvido neste “ciclo” – mas sem perder de vista o contexto regional –, busca analisar seus processos políticos particulares, assinalando conquistas, impasses e desafios a serem respondidos. Contrapondo-se à ideia de “fim do ciclo” tal como é expressa pela direita, a coleção não deixa contudo de registrar as dificuldades para prosseguir com os avanços, em um momento em que a crise mundial do capitalismo desenvolvido faz com que a pressão econômica e política sobre a periferia do sistema se acirre.

Pensada para ser uma coleção que possa atingir a todos os públicos interessados, desde aqueles já versados no tema até os que buscam informações preliminares sobre o assunto, os volumes que a compõem possuem também um caráter paradidático, ao oferecer, em linguagem bastante acessível mas sem abdicar da profundidade e da reflexão crítica, dados e análises relevantes para a compreensão da história política e dos processos atuais vividos pelos países latino-americanos e caribenhos.

A coleção Nossa América Nuestra integra um programa de estudos e pesquisas mais amplo da Fundação Perseu Abramo (FPA), que visa reunir e produzir dados, análises e interpretações sobre os processos e significados do que se convencionou chamar de “ciclo progressista” na América Latina. Deste programa participam estudiosos com longa trajetória acadêmica, profissional e/ou militante em relação à conjuntura da América Latina e Caribe. A Fundação pretende, assim, fomentar a investigação das dimensões políticas, sociais, econômicas e culturais desse processo, em cada país e na região tomada como um todo, avaliando também suas implicações geopolíticas, seja no que se refere aos projetos de integração regional, seja no que tange a sua inserção na ordem internacional.

Certamente este debate, sobre o qual existe relativamente escassa bibliografia em nosso país, é fundamental e estratégico para nós, brasileiros, que somos parte indissociável desta região do mundo. Por essa razão, a FPA espera que esta coleção, sem a pretensão de responder a todas as questões envolvidas na complexa temática, possa ser de grande utilidade para os que desejam uma América Latina e Caribenha integrada, soberana, democrática e desenvolvida social e economicamente.

Diretoria da Fundação Perseu Abramo