1964 e 2016: vislumbres de nossas elites

por Róber Iturriet Ávila e Pedro Vellinho Corso Duval — publicado 06/04/2018 14h00, última modificação 06/04/2018 11h47 Nos dois momentos, o retorno do capital foi ameaçado, provocando rápida articulação entre grupos empresariais, midiáticos e setores da classe média As destituições presidenciais ocorridas em 1964 e em 2016 possuem distinções em termos de método, instrumento e velocidade. Um olhar mais cuidadoso, entretanto,… Leia mais 1964 e 2016: vislumbres de nossas elites

Panama Papers: como o governo Temer atua para proteger Macri

Offshore do presidente argentino nas Bahamas tem ‘conexão brasileira’, mas investigação sobre lavagem não consegue informações no Brasil Beto Barata/PR Quando foi a Buenos Aires, em outubro, para a primeira visita oficial a um chefe de Estado, Michel Temer comentou ter mais razões para estar ali do que os “laços históricos” entre Brasil e Argentina.… Leia mais Panama Papers: como o governo Temer atua para proteger Macri

Em 4 anos, PT perde 60% das prefeituras

Com 256 eleitos, legenda conquistou apenas uma capital. Desempenho no Nordeste, em particular na Bahia, também foi decepcionante por Miguel Martins — publicado 03/10/2016 Como era esperado, o PT perdeu o comando de grande número de municípios nas eleições de 2016. Ao eleger 256 prefeitos no primeiro turno, o partido comandará no máximo 263 cidades… Leia mais Em 4 anos, PT perde 60% das prefeituras

Juiz que tornou Lula réu foi acusado de atrapalhar investigações da Operação Zelotes

O juiz federal Ricardo Augusto Soares Leite, que abriu ação criminal nesta quinta-feira (28) contra o ex-presidente Lula, o ex-senador Delcídio Amaral e outros cinco acusados pelo Ministério Público Federal por tentativa de obstruir a Operação Lava-Jato, é na verdade investigado por barrar e dificultar ações dentro da Operação Zelotes, que pode envolver somas em… Leia mais Juiz que tornou Lula réu foi acusado de atrapalhar investigações da Operação Zelotes

Discutir gênero não tem nada a ver com “apologia gayzista”

O que mais choca nos comentários de uma parcela considerável da população é a confusão sobre o que significa, realmente, discutir gênero nas escolas Por Raisa Pina “Se tu quer dar o cu, beleza, mas não incentiva as crianças.” Esse foi um dos muitos comentários absurdos e chocantes que li em uma publicação do Facebook… Leia mais Discutir gênero não tem nada a ver com “apologia gayzista”

Os primeiros meses do golpe: balanço necessário e provisório

Por Douglas Rodrigues Barros  Um historiador no ano de 2100 procura, numa renomada biblioteca digital, documentos que o ajudarão a preparar sua hipótese para um futuro doutorado e escreve uma introdução como parte de um projeto de pesquisa. Abaixo segue sua introdução vinda diretamente do futuro: “Nos primeiros meses subsequentes ao sofisticado golpe jurídico-legalista de… Leia mais Os primeiros meses do golpe: balanço necessário e provisório

MBL, heróis com pés de barro

Um dos protagonistas das manifestações pró-impeachment, o Movimento Brasil Livre ganhou fama e, soube-se recentemente, dinheiro. Em uma mobilização formada em sua maioria por cidadãos brancos e acima dos 50 anos, os integrantes do MBL tornaram-se símbolos de uma nova geração “apartidária, ética e politizada”. O viés antiesquerdista e antipetista tornou os jovens ainda mais simpáticos… Leia mais MBL, heróis com pés de barro