Crime: o grampo foi na sala da presidenta Dilma e não no fone de Lula

Escândalo: o grampo foi na sala da presidenta Dilma e não no fone de Lula

Por Fernando Rovai

É muito tarde para eu baixar o áudio aqui e os méritos são todos da minha amiga Cynara Menezes.

Ela acaba de divulgar no seu blogue, Socialista Morena, o grampo da PF que levou ao vazamento da conversa entre Lula e Dilma.

Fica absolutamente claro que não era o telefone do segurança de Lula que estava grampeado, o tal Moraes, mas o de Dilma.

Mais do que isso, não dá para ter certeza se o grampo era no fone da presidenta ou na sala da presidência, o que ainda será mais grave.

Escute com atenção ao áudio divulgado pelo Cynara do dia em que o Lula foi interrogado. Atente para o fato de que antes de a secretaria de Dilma ligar, a conversa já pode ser ouvida.

Moro não pode grampear Dilma em hipótese alguma. Ela tem foro privilegiado.

O que se está tentando é um golpe de Estado.

Não há mais como chamar isso de outro nome.

Vá no blogue da Cynara e escute o áudio. Me disseram que derrubaram o blogue da Cynara, então ouça aqui.

Fonte: Blog do Rovai.